Você esta assistindo:

Fotógrafo tem que ser generalista

Fotógrafo tem que ser generalista 302 Views
Favorite

Desde que iniciou sua trajetória profissional, aos dezesseis anos, no estúdio da Editora Abril, o paulistano Bob Wolfenson (1954) já trabalhou com os principais gêneros fotográficos. E o fez com sucesso, tanto em seu estúdio como em viagens pelo Brasil e mundo afora – tomando café da manhã no salão vazio do Hotel Glória em Caxambu ou pedindo o room service do Copacabana Palace. Uma das referências nacionais como retratista, fotógrafo de nu e de moda, Wolfenson transita entre a publicidade e a arte. Possui obras nos acervos do Museu de Arte de São Paulo (Coleção Pirelli-Masp), do Museu de Arte Moderna de São Paulo, do Museu de Arte Brasileira da Faap, do Itaú Cultural, entre outras coleções.

Bob Wolfenson, que fez parte do Comitê de Notáveis da Panamericana, acredita que o fotógrafo dos dias atuais tem que ter formação generalista.

No passado, ele precisava entender de tudo um pouco, inclusive química, iluminação, gramatura de papel e muito mais. Hoje, a realidade é bem diferente. Vídeo gratuito.

Tags: fotografia, bob, wolfenson

Share This Video: